Arquivo da tag: São Paulo!

MAC

Quando fazia o mestrado na USP, frequentava (às vezes), o MAC (Museu de Arte Contemporânea) que ficava dentro do campus.

Desde 2012, ele foi transferido para o prédio que comportava o Detran, em frente ao Parque do Ibirapuera.

Ótima mudança!

IMG_4435

IMG_4449

Este ano finalmente criei vergonha na cara e fui conhecer a nova “casa”.

Que grata surpresa, o prédio tem 7 andares, nem todos estão ocupados (ainda) por exposições.

IMG_4465IMG_4480

Como nem tudo são flores, sim, falta um café (tem só uma maquininha). Algumas expôs precisam ser melhor iluminados, mas nada que prejudique a visita.

IMG_4522IMG_4535IMG_4557

IMG_4498

Sugiro começar pelos andares inferiores e ir subindo. As obras mais famosas estão nos últimos andares.

IMG_4579

Tarsila do Amaral

IMG_4581

Modigliani

IMG_4583

Miró

IMG_4589

Picasso

IMG_4591

Matisse

IMG_4592

Chagall

 

E claro, tem o terraço, com  direito a vista 360 graus!

IMG_4622IMG_4624

E o melhor, entrada gratuita!

Link aqui.

 

Gira, gira, roda, roda…

img_6522

Depois de seis anos em Natal city, eis que retorno para SP.

Às vezes a vida te oferece outra trilha para percorrer. Então, sigamos avante!!

No valioso baú de memórias só guardei  e trouxe as boas experiências, histórias e pessoas…

 

img_6559

gesto simples

Não sei se a minha vem de casa, e/ ou do ambiente (família, amigos, clima) onde vivi a maior parte da minha vida, mas não sou acostumada com má educação, e digo ‘má’ no sentido da outra pessoa simplesmente não conseguir dizer um ‘obrigado’, ‘bom dia’, ‘por favor’.

São palavras tão curtas mas que fazem uma imensa diferença para quem está acostumado a ouvi-las…

A falta de delicadeza e dessas palavras ‘mágicas’ às vezes me irritam MUITO, sei que muitas pessoas não foram educadas desde pequenas para dizê-las, mas tem tanta coisa que aprendemos no dia a dia, depois de adultas, então porque não?

Enfim, só um desabafo dessa pessoa que às vezes, até ela própria, pensa em se render e parar de ser educada, mas a imagem da minha mãe, que até quando ligo para falar com ela, agradece pelo ato, aparece e me faz lembrar que não, não quero ser como essas pessoas e sim levar esse ensinamento da mammy (aliás, hoje é o aniversário dela!) adiante!!

Avante!! =)

Necessidade

Hoje foi dia de encher os olhos e a alma de arte!

Finalmente consegui ir à Pinacoteca!! Museu preferido de SP city!!

Ainda no metrô tinha intervenção artística defendendo os direitos humanos:

Sobre essa relação com a Pinacoteca, além de obviamente ter um acervo maravilhoso, e arquitetura idem, talvez tenha a ver com a questão de reviver a minha infância, pois até a 2a série estudei ali perto, morávamos no centro da cidade, andei muito pelos lados da Luz, Tiradentes e do Bom Retiro, que dão uma certa sensação de familiaridade e conforto.

Pics das exposições (qualidade #modeoff total) :

Cidade maravilhosa em 1844

Retrato de evento que não era da realeza, e sim festa escolar no jardim do Palácio do Ipiranga (atual museu, bairro já postado aqui)…

No subsolo está rolando exposição do material de Rubens Fernandes (que na minha época universitária, era diretor da Faculdade de Comunicação).

Mais imagens:

Outro cartão postal vizinho:

Estação de trem Júlio Prestes

Depois da Pinacoteca, finalmente peguei a tão (bem) falada linha Amarela do metrô! E não é que é tudo isso mesmo?

Bacana ver o design ‘mudérrno’ do trem. Estranho ver que no mesmo não tem separação entre os vagões, e o mais surreal é que não tem condutor! O máximo!! São Paulo merece merece e precisa dessas inovações, afinal é metrópole do mundo.

O destino seguinte foi o Masp. Como 3a feira a entrada é de grátis (na Pinacoteca é aos sábados) e estamos na época de férias, óbvio que estava abarrotado de gente!

O que me faz sentir certa nostalgia do tempo que fazia freela e tinha horário comercial ‘free’ para fazer todos esses passeios sem pegar muvuca. Não que estivesse nesse ponto no Masp (Pinacoteca tinha gente, mas beeeem mais tranquilo), porém sem paciência para pegar ‘fila’ para ver as pinturas mais famosas (sem fotos, proibido mesmo sem flash)…

Foi ótimo ter suprido essa necessidade que às vezes a gente esquece, de parar um pouco essa nossa louca vida e ter momentos para apreciar as coisas belas, aquelas que te emocionam, que pedem outro tipo e tempo de atenção…

 

Atualizando: Os murais do metrô Luz foram feitos pelos alunos do CEU EMEF Parque São Carlos, da querida Sueli Silva!!